Conheça suas Emoções

Nós possuímos 4 emoções: medo, raiva, alegria e tristeza. Quando eu falo isso, algumas pessoas me perguntam: ‘mas então só temos uma emoção boa?’ Não. Todas as emoções possuem estados negativos e positivos, e saber disso é o que faz a diferença na nossa vida.

O nosso cérebro é viciado em emoções, porém, ele não diferencia entre boa ou ruim. E aí que está o pulo do gato! Como ele está sempre em busca de emoções, tende a repetir comportamentos que nos levem a algum tipo de estado emocional.

Um exemplo bem prático: uma pessoa desastrada, que a cada vez que derruba uma coisa fica com muita raiva. Pronto. O cérebro vai tentar repetir esse comportamento sempre que possível, pois você imprimiu uma emoção nele.

Então aqui já vai a minha primeira dica: não coloque emoções em comportamentos negativos, pois isso só irá reforçá-los. Guarde o chicotinho da autopunição e, ao invés de ficar p*** da vida, tente analisar a situação por um ângulo de aprendizagem, identifique como você poderia fazer certo e grave esse comportamento desejado. 

Dessa forma, as emoções estão diretamente ligadas ao processo de aprendizagem, pois são responsáveis por nossas memórias, nos fazendo lembrar de determinados momentos e experiências. Pois o nosso cérebro julga que aquela é uma informação importante que precisa ser registrada.

Consequentemente, se negamos nossas emoções, perdemos o que aprendemos com elas. Pois, toda vez que o nosso inconsciente tenta nos trazer a informação, nós a afastamos, até que ele a envia para o inconsciente profundo, e você já não acessa mais aquele conhecimento.

Ou seja, ao contrário do que muitos de nós ouvimos, pessoas que vivem e sabem lidar com suas emoções estarão muito mais preparadas para lidar com as situações da vida. Elas nos permitem saber como estamos, para que possamos nos compreender e, então, escolher o caminho a seguir.

Então, ao invés de tentar afastar um estado emocional indesejado, tente compreender porque você está sentindo e qual o melhor comportamento para atender essa sua intenção. Entenda que sempre existe uma intenção positiva motivadora para nossos comportamentos, você pode ficar com raiva por querer descansar, por exemplo. 

Entretanto, se você não permite que essa emoção se manifeste, como poderá chegar a conclusão do que você precisa fazer para atender a sua intenção positiva que, nesse caso, é descansar? 

E, então, voltamos ao início desse artigo: todas as emoções possuem estados positivos e negativos. E é você quem escolhe qual estado utilizar. Porém, saber quais são esses estados faz a total diferença na hora de tomas essa decisão. Afinal, se não conhecermos as opções, não há como escolhermos.

Vamos analisar, agora, cada uma das 4 emoções:

Medo

Sua função é nós advertir sobre o perigo, foi graças ao medo que sobrevivemos à evolução da espécie, procurando abrigos dos predadores, por exemplo. Porém, seu estado negativo nos paralisa, nos impede de enfrentar determinado desafio, ou então, partirmos ao ataque desefreadamente. O medo nos faz agredir, pois crescemos ouvindo que a maior defesa é o ataque.

Então, se você sentir medo, tudo bem. Analise o que te deixa com medo, descarte o que não faz sentido e tente eliminar as outras preocupações. O medo, em seu estado positivo, é o que nos faz planejar para alcançar algo. Se você fizer esse simples exercício, muito possivelmente seus medos parecerão bem menores.

Alegria

O estado positivo da alegria é mais conhecido, quando estamos alegres ficamos mais tranquilos e plenos. Porém, se você não tiver controle sobre a sua empolgação, pode acabar eufórico. E a euforia é o estado negativo dessa emoção.

Quando ficamos eufóricos, o nível da alegria sobe demais. E a tendência é que, passado o momento, esse nível desça demais e acabamos ficando até meio deprimidos. Ou seja, nessa caso, quanto maior a altura, maior a queda.

Tristeza

Esssa emoção está ligada às experiências do passado. Em seu estado negativo, faz com que deixemos de viver o presente, apenas lamentando o que passou. Positivamente, a tristeza nos torna humilde para aprender com o que passou e seguir em frente.

Pense em momentos tristes da sua vida, com certeza foram de profundos aprendizados. Então pegue esse conhecimento para si, e perdoe o que passou. Assim você conseguirá seguir em frente, vivendo no presente, e construindo o futuro.

Raiva

Essa é a emoção do impulso. Fora de controle, causa roupantes e explosões. Porém, se usada no positivo, é a motivação para superar qualquer desafio. Pense em algo da sua vida que te deixa com raiva, agora pega essa raiva e usa para mudar essa situação.

O banho frio é um exemplo, eu tenho tanta raiva de entrar embaixo daquela água gelada, que, só para mostrar para mim mesma que eu é quem faço minhas próprias escolhas, eu tomo banho frio todos os dias. E digo mais, é uma das melhores horas do meu dia.

A raiva protege a nossa autoestima e nos torna seguro de quem somos quando a usamos para atingir nossos objetivos.

Agora que já entendemos o quanto as emoções são importantes na nossa vida e como gerenciá-las, é muito mais fácil lidar com êxito perante as situações do nosso dia a dia. Viver suas emoções é estar em constante aprendizado, é aceitar sua própria natureza e permitir-se evoluir.

Você merece isso!

Eu acredito em cada um de vocês!

Beijos!

Até a próxima!

Gostou? CURTA e COMPARTILHE com seus amigos!

Tem sugestões? Deixe nos COMENTÁRIOS ou mande uma MENSAGEM!

Lembre-se de SEGUIR o blog para ficar por dentro das novidades!

 

 

 

 

 

 

5 comentários em “Conheça suas Emoções

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: